Luciana Nunes Santos, Advogado

Luciana Nunes Santos

Belo Horizonte (MG)
8seguidores46seguindo
Entrar em contato

Principais áreas de atuação

Direito de Família, 100%

É o ramo do direito que contém normas jurídicas relacionadas com a estrutura, organização e prote...

Comentários

(1)
Luciana Nunes Santos, Advogado
Luciana Nunes Santos
Comentário · há 6 anos
Os pais da criança jamais "excluiriam" seu filho do "grupo religioso" pelas razões descritas pela nobre colega.
Data vênia, a forma como o artigo foi escrito demonstra um certo desconhecimento sobre a real postura das Testemunhas de Jeová diante da questão do sangue.
Os pais querem o melhor para seus filhos, tanto que procuram os melhores tratamentos e jamais querem ver seus filhos mortos.
Ainda, não se trata de mera exclusão de culpa, pois de fato isso seria hipocrisia.... não, não é esse o caso também.
De se observar, que, conforme informado no próprio artigo, a criança era portadora de doença genética, INCURÁVEL e com altos índices de mortalidade.
Certamente, a criança não faleceu por falta de transfusão de sangue, mas sim em decorrência de sua doença INCURÁVEL.
Outro erro lamentável que não posso deixar de comentar neste post é a afirmação de que "essa gente estaria alijada de procedimentos médicos que salvam vidas e poupam sofrimento".... Isso não é verdade, pois muitos procedimentos que hoje salvam vidas, com menores riscos inclusive, foram desenvolvidos sem o uso do sangue e se mostram mais eficazes.
Além disso, as Testemunhas de Jeová são um povo altamente instruído e certamente este artigo possui um silogismo enganoso e tendencioso sobre o assunto.
Os médicos tomaram a decisão correta e não é o caso de procurar culpados pela morte da criança.... Todos os anos, milhares de crianças morrem nos hospitais por falta de atendimento básico e por omissão dos governantes desse mundo. Os médicos muitas vezes precisam escolher quem vai viver e quem vai morrer, por falta de leitos.
Além disso, apesar dos esforços exemplares dos médicos, todos os dias morrem pessoas pelo simples fato de que o ser humano não é capaz de resolver o problema da doença e da morte. Esse problema somente será resolvido pelo Criador.
Cada pessoa tem a sua fé e a sua esperança. É a sua fé verdadeira? Pois a fé das Testemunhas de Jeová está no fato de que essa criança será ressuscitada em breve. Portanto, embora não sem dor, ainda há esperança.
A morte não é o fim, pois se assim fosse, o próprio filho de Deus, Jesus teria sido derrotado por ela.
Então, é preciso sim respeitar a dor da família, que perdeu a sua filha temporariamente, pois está apenas dormindo, não está sofrendo nos hospitais.
De se lembrar, que as Testemunhas de Jeová respeitam as autoridades e jamais retirariam seu filho "às escondidas" de um hospital ou interromperiam um tratamento, desde que aceitáveis; e a maioria dos tratamentos é aceitável.
Muitas discussões já foram travadas a esse respeito, assim como outras questões polêmicas, mas a liberdade de escolha deve ser respeitada.
Não a toa o número de pessoas que se tornam Testemunhas de Jeová tem aumentado no mundo todo. Trata-se do povo mais pacífico da terra, que respeita todas as pessoas independente de sua etnia, classe, cor ou crença. Essas questões vem a tona, quando membros do poder desse mundo decidem obrigar as pessoas a agir de um modo que no ponto de vista delas é melhor. Um exemplo claro disso, é quando as Testemunhas de Jeová se negam a pegar em armas (por entenderem que também há uma ordem bíblica expressa de não matar), muitas vezes são presas por não querer matar pessoas de outras nações.... Então, isso demonstra que tal povo dá sim, muito valor à vida.
Por fim, em relação a comentários sobre dinheiro, certamente que não há dinheiro que pague uma vida, e certamente não é isso que a família busca, pois em geral quem pede a liminar para aplicar o sangue é o Hospital, pois eles sabem que devem respeitar o direito constitucional de liberdade religiosa.
Qual direito tem mais valor? não há hierarquia entre os direitos e essa é a base da liberdade.
Todos tem direito de recusar qualquer tipo de tratamento, não só o tratamento a base de sangue, se considerar com seriedade os efeitos prós e contra de cada tratamento. Fala-se hoje no direito de morrer para uma série de casos. Isso também é uma escolha.
Os médicos fazem um lindo trabalho, e a cada ano há mais e mais avanços na medicina, mas frise-se, a cada ano mais doenças aparecem e mais pessoas morrem, muitas por não terem dinheiro para pagar pelas terapias e procedimentos.
As Testemunhas de Jeová dão muito valor à vida e certamente essa menininha está bem e terá uma vida muito feliz em breve.

Perfis que segue

(46)
Carregando

Seguidores

(8)
Carregando

Tópicos de interesse

(75)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Belo Horizonte (MG)

Carregando

Luciana Nunes Santos

Entrar em contato